Um skate para ajudar a mobilidade urbana

Reportagem publicada pela revista Inova dá notícia de uma invenção que tem tudo a ver com mobilidade urbana: um skate que visa facilitar deslocamentos e não a realização de manobras. A invenção é de Otávio Santana, da startup paulistana Rural Skate Boards. Segundo o empreendedor, que é publicitário, “é preciso apostar em novas soluções. Temos um modelo falido e antigo (de mobilidade urbana), que causa desorganização da paisagem e caos urbano. Não há mais espaço para veículos motores particulares”. Para ele skate é uma solução que converge com outras iniciativas que estão sendo implementadas: “Por ser portátil, o skate pode ser utilizado em trajetos combinados com ônibus e metrô. Além disso, tem as ciclofaixas que são uma vitória do movimento de usuários de veículos não motores e todos ganham com isso; skatistas, patinadores, pedestres”, afirma Santana à revista Inova.

Foto: Valdecir Galor/SMCS

Foto: Valdecir Galor/SMCS

Veja a reportagem neste link e não deixe de acessar o aplicativo do MyFunCity, AQUI E AGORA, para dar sua opinião sobre o problema do trânsito em sua rua, bairro e cidade.

Continue lendo

Sem título

Prêmio Mobilidade Minuto

A principal característica da vida social na contemporaneidade é a possibilidade de nos comunicarmos instantaneamente, em tempo real e de forma universal. Até mesmo as barreiras do idioma estão sendo removidas por ferramentas da internet. Ao mesmo tempo, as tecnologias da comunicação também possibilitam resgatarmos nossa capacidade de nos reencontrarmos com nossos vizinhos de rua, de bairro, de cidade. Capacidade que a cada dia parecia retrair-se diante da superpopulação dos grandes centros urbanos, do espaço que as televisões passaram a ocupar no tempo de lazer das pessoas. Ou seja, ao mesmo tempo em que nos tornamos cidadãos do mundo estamos avançando no exercício da democracia direta e retomando as velhas políticas de boa vizinhança.

Tudo bem que estamos substituindo o apertar mãos das pessoas pelo apertar botões do laptop ou do smartphone. Não há mais ágora que comporte tanta gente. Aqui no MyFunCity, por exemplo, é assim. Você pode acessar nosso aplicativo AQUI E AGORA, pela internet ou no seu smartphone, e pode dar sua opinião e votar sobre tudo que interessa a sua vida de cidadão. Sobre sua rua, seu bairro e cidade. Sobre os serviços públicos de saúde, educação, trânsito e assim por diante. Experimente.

E veja também que não estamos sós nesta caminhada. O site Cidade em Movimento criou o prêmio Mobilidade Minuto, concurso que deve escolher a iniciativa mais inovadora que pode impactar a mobilidade nos grandes centros urbanos. No link, você vai conhecer os projetos inscritos e poderá escolher o que você acredita ter o melhor potencial para melhorar a mobilidade urbana. Entre, participe e ajude a construir uma cidade melhor para todos nós.

Continue lendo

Estamos preparados para enfrentar mais esta “bolha de calor”?

Especialistas em clima do blog “climatologia geográfica” estão alertando a população das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste para uma “bolha de calor”, uma grande massa de ar quente que domina todo o interior do País e que deverá se intensificar ainda mais ao longo dos próximos três dias. O alerta é no sentido de que o aquecimento diurno tende a ser ainda mais intenso entre sexta-feira (17), sábado (18) e domingo (19).

E você, que é obrigado a enfrentar os engarrafamentos do trânsito, as filas dos hospitais, o dia a dia de dificuldades dos grandes centros urbanos, acha que seu bairro e sua cidade estão preparados para enfrentar esta situação? Os equipamentos públicos de saúde estão aptos a atender a demanda de serviços da população?

181

Se você quiser mais informações sobre este alerta entre no link  e entenda o porque da “bolha de calor” que estamos enfrentando. Mas não deixe também de dar sua opinião AQUI E AGORA. MyFunCity é uma ferramenta que apura em tempo real a satisfação dos usuários. Juntos, vamos garantir que a nossa voz seja ouvida pelos responsáveis por políticas públicas.

Continue lendo

nivel_cantareira2

Alckmin continua dizendo que não falta água em São Paulo. Você concorda?

Apesar de todas as evidências do contrário, o governador tucano Geraldo Alckmin reafirma que não há nem haverá racionamento de água em São Paulo. E propõe à Sabesp que aplique descontos para quem economizar água. É tudo que o tucano tem a dizer aos paulistanos. Você concorda com as afirmações do governador?

464

Foto: Luiz Augusto Daidone/ Prefeitura de Vargem

Aqui no MyFunCity você também pode dar sua opinião AQUI E AGORA sobre os serviços públicos que lhe são oferecidos e manifestar sua satisfação com o seu bem estar. No MyFunCity você vota, dá sua opinião e pode até mandar sua foto que nós vamos exibi-la.

E, se quiser saber mais sobre a crise hídrica do Estado, leia no site “juntos”, artigo da geógrafa Andreia E. Bianchi e do engenheiro Dante Peixoto. Acesse o site aqui.

Continue lendo

Foto: Fernando Pereira / SECOM

Cidade de São Paulo aderiu ao “Outubro Rosa”

A prefeitura da cidade de São Paulo aderiu ao movimento “Outubro Rosa”. Ao longo de todo o mês, diversos monumentos da capital estarão iluminados na cor rosa. O objetivo do movimento, fundado na década de 90 pela Fundação Susan G. Komen for the Cure, é chamar a atenção das mulheres para a importância do diagnóstico precoce do câncer de mama. Se identificado e tratado oportunamente, o prognóstico para esta doença é positivo.

Os marcos escolhidos pela Prefeitura para a iluminação cor de rosa são o Viaduto do Chá, Monumento às Bandeiras, Biblioteca Mário de Andrade, Ponte das Bandeiras, Ponte Octávio Frias de Oliveira (Ponte Estaiada) e Ponte Padre Adelino (Estaiada do Tatuapé).

Foto: Fernando Pereira / SECOM

Foto: César Ogata / SECOM

Em São Paulo, segundo informação da Prefeitura, o tratamento de câncer de mama na rede pública se inicia logo que a paciente procura uma das UBSs da rede. Sob suspeita ou confirmada a doença, o caso é encaminhado a um dos Centros de Alta Complexidade em Oncologia (Cacons). A gestão municipal possui quatro entidades conveniadas para atendimento oncológico e multiprofissional. São elas o Hospital A. C. Camargo/Fundação Antonio Prudente, Real e Benemérita Associação Portuguesa de Beneficência, Instituto do Câncer Dr. Arnaldo Vieira de Carvalho (IAVC) e o Instituto Brasileiro de Controle do Câncer (IBCC).

Para realizar os exames, qualquer paciente deverá procurar uma das 450 Unidades Básicas de Saúde (UBS) da rede municipal para uma consulta com ginecologista, que poderá solicitar os exames de acordo com protocolos clínicos específicos.

Mas esta estrutura de saúde pública precisa funcionar para que a mulher possa realmente vencer o câncer. E não é esta a percepção da maior parte dos paulistanos como mostram diferentes indicadores de opinião. Por isto, ferramentas como o MyFunCity, que captam o sentimento de satisfação dos usuários sobre os vários serviços públicos disponíveis, podem ter um papel decisivo. Para funcionarem precisam que você não deixe de manifestar sua opinião e votar AQUI E AGORA na qualidade dos equipamentos de saúde disponíveis no seu bairro e cidade.

Todos juntos, com certeza nosso grito será ouvido!

Continue lendo

Foto: Periferia em Movimento

Mais cultura, menos repressão…

MyFunCity se identifica radicalmente com os movimentos sociais que reivindicam espaços de cultura e lazer nas periferias dos grandes centros urbanos. Nós sabemos que o fomento à cultura é o melhor remédio para combater a violência, em especial nos grandes centros urbanos. Você também pode participar desta discussão votando e opinando AQUI E AGORA. Quando todos gritam ao mesmo tempo, as autoridades ouvem. E não deixe de acompanhar esta luta específica dos moradores de Ermelino Matarazzo que há 25 anos reivindicam um espaço de cultura no bairro.

Veja a reportagem do Periferia em Movimento, que reproduzimos abaixo:

LUTA POR CASA DE CULTURA EM ERMELINO MATARAZZO SE ARRASTA POR 25 ANOS

Há 25 anos, os artistas de Ermelino Matarazzo (zona Leste de São Paulo) reivindicam uma casa de cultura na região, mas sem sucesso.

Foto: Periferia em Movimento

Foto: Periferia em Movimento

Os fazedores de cultura até identificaram um espaço adequado para a constituição da casa de cultura local: o prédio que abrigava a subprefeitura local que, há 10 anos, foi abandonado quando a administração regional alugou um novo imóvel para sua sede.

Entre agosto e setembro deste ano, a subprefeitura permitiu a realização de atividades promovidas por grupos como Slam da Guilhermina, doBalaio, Muros que Gritam, Coletivo Paulisseia, Periferia Invisível, Mobilise, Cultura ZL, entre outros, a subprefeitura tomou o espaço de volta.

“Utilizamos o espaço em agosto e setembro. Mas em outubro, a Sub não quis mais abrir o espaço”, conta Rodrigo Motta, integrante do Movimento Cultural Ermelino Matarazzo.

Em reunião com Fernando Haddad, que na última terça (07 de outubro) se reuniu com fazedores de cultura da zona Leste, o prefeito ouviu uma série de demandas dos artistas da região – entre elas, a proposta do Fórum de Cultura da Zona Leste, que reivindica uma lei de fomento à periferia.

Na ocasião, houve uma promessa de que a Ocupação Cultural de Ermelino Matarazzo seria reaberta em sete dias. “O prefeito e seu secretário de governo reafirmaram apoio à Ocupação Cultural, afirmando que os locais públicos que já são usados devem ser estruturados e aproveitados da melhor forma, respeitando as ações já empreendidas, assim como também buscar poupar os cofres públicos de projetos de grandes custos no momento”, explica Rodrigo.

O prazo para reabertura termina hoje. “Mas a Subprefeitura vem atuando contra, buscando laudos e desculpas para não abrir mais o espaço”, completa Rodrigo, que aguarda um retorno sobre a situação.

Para saber mais sobre o Movimento Cultural Ermelino Matarazzo, acesse:

Site da Ocupação Cultural Ermelino Matarazzo

Facebook do Movimento Cultural Ermelino Matarazzo

Continue lendo

927796-seca_fogo_-2590_0

Cantareira: falta água, sobram queimadas!

As imagens das queimadas da Serra da Cantareira, Zona Norte de São Paulo, assustam o paulistano. Não só pela nuvem de fumaça que invade a Cidade, mas também pelas imagens dos reservatórios secos alojados naquela Serra e que compõem o sistema Cantareira, principal manancial de abastecimento de água da Capital.

Os prejuízos das queimadas, contudo, vão além da questão ambiental. Elas impactam diretamente a saúde dos cidadãos, resultando em aumento no número de consultas e internações hospitalares por doenças respiratórias e redução expressiva na capacidade pulmonar de crianças e adolescentes. Pesquisadores da Fundação Oswaldo Cruz-Fiocruz também estudam seus reflexos sobre doenças cardiovasculares, partos prematuros e inclusive baixa frequência escolar.

Imagem: Valter Campanato/ Agência Brasil

Imagem: Valter Campanato/ Agência Brasil

São muitos fantasmas juntos. Não é por acaso que o sentimento de bem estar dos usuários do aplicativo MyFunCity apontam indicadores bastante pessimistas com a saúde pública no Brasil.

No XI Relatório, publicado na segunda-feira, 63% dos internautas qualificavam seu índice de satisfação com a saúde como péssimo e ruim.

A consciência do tamanho do problema, no entanto, parece não ser o bastante para diminuir as queimadas ou preservar mananciais de água. Resta-nos a mobilização pública para fazer com que esta realidade se altere. No MyFunCity você pode AQUI E AGORA votar e opinar sobre o problema. Não perca tempo!

Continue lendo

Vamos gritar por silêncio?!

Pode ser coincidência com o barulho das campanhas eleitorais das ruas ou o estresse dos debates políticos, mas o fato é que o XI Relatório de tendências do MyFunCity (dados apurados entre 25/9 e 8/10) aponta um considerável agravamento da avaliação dos cidadãos para o quesito barulho. O relatório registra que 82,76% dos participantes julgaram a situação em sua rua como ruim ou péssima, enquanto 17,24% a qualificaram como um problema apenas moderado. Satisfação plena, ou seja, bom e ótimo, nenhuma.

Clique para ampliar

Clique para ampliar

A tendência, mostrada por estes números reflete as reclamações dos paulistanos junto aos órgãos responsáveis pela manutenção do silêncio urbano. Dados divulgados pela Controladoria Geral do Município de São Paulo mostram que o município registrou, no ano de 2013, mais de 900 ocorrências de perturbação do silêncio. Das denúncias relatadas, o barulho é a terceira natureza que mais incomoda aos paulistanos, ficando atrás apenas dos quesitos que envolvem a qualidade de atendimento dos serviços públicos e corte e poda de árvores. Apenas no primeiro semestre de 2014 já foram computadas 513 reclamações contra barulho excessivo, superando a marca do ano anterior.

Os números do Programa de Silêncio Urbano (Psiu) falam em mais de 33 mil denúncias feitas em 2013. Apenas até agosto deste ano são mais de 22 mil registros e 326 multas aplicadas. As causas que mais tiram o sono da população dizem respeito aos ruídos oriundos de estabelecimentos comerciais, barulho de veículos e obras em geral.

Muitos usuários, no entanto, se queixam de as denúncias feitas aos órgãos responsáveis não surtirem efeito. Então, não perca tempo. A luta por silêncio exige mais barulho para sermos ouvidos. E o MyFunCity está aqui para te ajudar. ENTRE AQUI, vote e compartilhe.

Continue lendo

feira_flores

Ceagesp pode ser transferido para fora da Vila Leopoldina

Quem costuma enfrentar os problemas de trânsito, barulho, lixo provocados pela operação do Ceagesp (Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo) pode agora alimentar a esperança de que tudo vai mudar. O prefeito Fernando Haddad anunciou nesta segunda-feira (13) que a administração municipal e o governo federal estudam transferir a Ceagesp  da Vila Leopoldina, na zona oeste da cidade, para outro local, dentro do município e integrado com o Rodoanel.

Foto: CEAGESP

Foto: CEAGESP

Considerado o maior entreposto comercial da América Latina em volume de vendas, a Ceagesp é uma empresa pública vinculada ao Ministério da Agricultura. Para possibilitar a transferência, a Prefeitura de São Paulo propôs a mudança de zoneamento da área, hoje destinada a atividades industriais, para uma zona de ocupação especial (ZOE). Em nota, a Ceagesp admite que “estamos em negociação tanto com o governo federal quanto com setores da iniciativa privada para estudar o deslocamento do nosso centro de abastecimento da Marginal Pinheiros”.

A ideia de utilizar a área de forma mais eficiente também pode ser debatida por você. Acesse AQUI E AGORA o aplicativo MyFunCity e dê sua opinião.

Continue lendo

Insatisfação pública continua crescendo, aponta XI Relatório

Para quem toma ônibus, vai ao supermercado, ao posto de saúde e enfrenta a insegurança das ruas os números coletados pelo XI Relatório de Tendências MyFunCity trazem pouca surpresa. Á exceção dos índices de satisfação relativos às vias públicas e ao custo de vida, cresceu o número de usuários do aplicativo MyFunCity que qualificaram os indicadores de qualidade de vida apurados como péssimos ou ruins. Até mesmo a satisfação dos cidadãos em torno da sua vida pessoal, que tradicionalmente mostra um resultado melhor, apareceu no XI Relatório com leve oscilação negativa.

MFC_VIDA_PESSOAL

clique na imagem para ampliar

 

MFC_CUSTO_DE_VIDA

clique na imagem para ampliar

 

MFC_VIAS_PUBLICAS

clique na imagem para ampliar

Indicadores como segurança e barulho contribuíram para confirmar esta tendência de piora da satisfação com a qualidade de vida entre os usuários de MyFunCity. A coincidência do período apurado pelo XI Relatório (de 25/09 a 08/10) com a realização do primeiro turno das eleições pode ajudar a explicar o pessimismo dos internautas. O debate eleitoral, que passa por temas como inflação, no entanto, parece não refletir-se no item custo de vida do XI Relatório.

MFC_BARULHO

clique na imagem para ampliar

 

MFC_LIMPEZA

clique na imagem para ampliar

 

MFC_LAZER

clique na imagem para ampliar

Os relatórios divulgados pelo MyFunCity desde abril são indicadores que refletem a tendência da opinião do cidadão. As opiniões foram coletadas em todo o Brasil. Você também pode dar sua opinião AQUI E AGORA.

MFC_EDUCAÇÃO

clique na imagem para ampliar

MFC_SAUDE

clique na imagem para ampliar

MFC_SEGURANCA

clique na imagem para ampliar

MFC_TRASPORTE_PUBLICO

clique na imagem para ampliar

Continue lendo