Foto: Jornal Tabaré

Transporte público continua em pauta. Vote e opine você também!

De todos os temas de políticas públicas propostos por MyFunCity para serem avaliados, o transporte público é um dos que tem mais audiência nos comentários deixados pelos usuários no aplicativo. Em relação aos moradores da Grande São Paulo, há muita gente elogiando as faixas exclusivas dos ônibus. Mas as críticas continuam. Um cidadão da rua Barão do Triunfo, no Brooklin, que avalia razoável o transporte público em São Paulo, começa por chamar a atenção para a complexidade do tema: é muito genérico, variando do péssimo ao ótimo. Ele lembra que até balsa entra no tema transporte.

Foto: Lena Diaz/ Fotos Públicas

Foto: Lena Diaz/ Fotos Públicas

Outro cidadão paulistano, que acessou MyFunCity na Rua Gomes de Carvalho, Vila Olimpia, tem uma visão mais crítica do sistema de transporte público da cidade. Para ele, a linha 9/Esmeralda da CPTM está sempre lotada e as pessoas são espremidas para conseguirem entrar. E, quando conseguem, andam a 10km/h. Será que não é possível melhorar isto? pergunta.

Outro usuário entre os muitos que também reclamam da CPTM vive na Avenida Tancredo Neves, Jardim Nossa Senhora do Caminho, em Ferraz de Vasconcelos. Ele diz que os trens não cumprem horários fixos, não circulam no fim de semana e assim por diante.

Mesmo o paulistano que elogia a melhora a velocidade média dos ônibus por conta das faixas exclusivas não deixa de reclamar da superlotação dos horários de rush. Mais rápido, mas bem amassado, diz ele.

O que todo mundo sabe é que quanto mais participação da cidadania na discussão do problema mais fácil e mais rápida a solução. Aqui no MyFunCity, você também pode dar sua opinião AQUI E AGORA. Quando a gente grita junto, a nossa voz fica mais forte. Continue lendo

Mobilidade Urbana: ‘Eu reclamo muito da fila, o ônibus está cheio. Mas, melhorou!’

“Hoje eu vou discutir mobilidade urbana baseado na opinião das pessoas que entraram no site da Jovem Pan e clicaram no MyFunCity. Peguei as opiniões de duas pessoas, da Elaine e do Gabriel. Elaine elogiando os corredores. Ela falou: ‘Gente, hoje eu demoro muito menos para ir da casa pro trabalho, do trabalho para casa. Melhorou muito. Eu reclamo muito da fila, o ônibus está cheio. Mas, melhorou!’. O Gabriel mandou um post extremamente duro para mim, dizendo ‘Eu tenho carro. Esses corredores atravancam São Paulo. Eu estou cansado disso. O que eu faço?’. Eu falei: ‘Eu não sei o que você faz. Eu sei o que a Jovem Pan pode fazer por você: abrir a discussão, todos os ouvintes clicarem no MyFunCity e a gente formatar uma proposta para a Prefeitura’. O que vocês acham disso? Vem pra Jovem Pan. Aqui você tem vez, aqui você tem voz!”

Ouça o programa de hoje:

Continue lendo

Mapa mostra obras de Haddad. Avalie e opine.

O que fica evidente  para o paulistano das obras do prefeito Fernando Haddad (PT) são as faixas expressas e as  ciclovias. Mas a Prefeitura tem muitas outras realizações, como você pode ver neste mapa. Analise e dê sua opinião AQUI E AGORA. No MyFunCity a sua opinião tem vez.

Os administradores da página do Facebook Haddad Tranquilão desenvolveram este mapa chamado “A São Paulo de Fernando Haddad”. Com base em ferramenta do Google Maps, você pode rastrear/localizar as ações implementadas pela gestão do prefeito. O mapa colaborativo é alimentado a partir da participação popular: cada cidadão pode contribuir com informações de reformas realizadas em seu respectivo bairro.

Hoje, a administração do prefeito, que vem chegando ao fim do seu segundo ano, já acumula mais de R$ 3,7 bilhões investidos no município. Se comparado, é o dobro da soma dos investimentos acumulados nos dois primeiros anos das gestões Kassab e Serra.

Continue lendo

Participação popular é aqui no MyFunCity

Em junho do ano passado a insatisfação da cidadania com as políticas públicas, medida por todos os indicadores de opinião, explodiu em forma de protestos públicos por toda parte. Era a voz das ruas que mexeu com todo mundo, lideranças de todas as cores, partidos políticos etc.  De concreto, no entanto, que realmente mudasse os costumes políticos no País, não nasceu quase nada.  Entre as poucas iniciativas que podiam dialogar com a “voz das ruas”  estava o decreto presidencial que instituía Conselhos Populares para opinar sobre políticas públicas em todos os organismos de gestão pública federal.  Era uma iniciativa extremamente positiva, em especial para nós do MyFunCity, um aplicativo cuja natureza é exatamente a mesma, ou seja, ouvir a opinião da cidadania sobre as políticas públicas.

Imagem: Fabio Rodrigues Pozzebom

Imagem: Fabio Rodrigues Pozzebom

Infelizmente, no entanto, parece que tem muita gente surda em nosso País. A mesma voz de protesto das ruas voltou a aparecer nas urnas de novembro. A própria presidente Dilma Rousseff, reeleita, assumiu que o principal recado dos eleitores foi a necessidade de mudanças e a necessidade de abrir o diálogo dentro da sociedade. Mas parece que tem gente que pensa o contrário. Político que não perde oportunidade de mostrar sua arrogância. É só isto que explica a iniciativa do presidente da Câmara Federal, Henrique Alves, do PMDB, de colocar em votação um projeto de decreto contra os conselhos populares. É lógico que, com a gana da oposição derrotada nas urnas, não foi difícil aprovar o projeto.

Felizmente, contudo, a participação cidadã não depende de autorização de ninguém. Você pode entrar em ferramentas como o aplicativo do MyFunCity, AQUI E AGORA, e deixar sua opinião.

Continue lendo

Cidade limpa também promove turismo

Desta vez, no segundo turno, não houve a enxurrada de santinhos para entupir os bueiros da cidade. Mas, a limpeza pública continua sendo um problema muito sério. São Paulo é uma megalópole difícil, e o prefeito Fernando Haddad (PT) sabe disso. Vejam como o tema é tratado por um dos usuários do MyFunCity. O morador da Avenida 23 de Maio, na Bela Vista, escreveu o seguinte comentário. “É lamentável como um ponto turístico da cidade, o bairro da Liberdade, é sujo e mal cuidado, seja pelos moradores e comerciantes e/ou mesmo pelos turistas. Faltam lixeiras. As poucas que existem estão quebradas. Falta limpeza pública, além de uma política sobre a conservação do espaço. Acredito que poderia haver políticas de forma geral sobre limpeza pública, mas também nos pontos turísticos da cidade. Pelo menos eu não gostaria de visitar um lugar sujo e feio, sem calçadas adequadas para caminhar – outro ponto sério nessa nossa cidade.”Este cidadão tem toda razão. E vale para São Paulo e o Brasil todo.  É por isto que 32% dos usuários do nosso aplicativo estão insatisfeitos com a limpeza pública. E você também pode ajudar a mudar esta realidade. Para isto vote, participe, dê sua opinião AQUI E AGORA.

Dados dos últimos relatórios do MyFunCity para limpeza

Dados dos últimos relatórios do MyFunCity para limpeza

Continue lendo

Hoje vamos falar de saúde

“Eu quero falar com vocês sobre saúde. E eu vou falar sobre uma ouvinte da Jovem Pan, a Marli Gonçalves, que postou o seguinte ‘Gente, eu fiquei na fila do posto de saúde, que é excelente, mas eu não consigo ser atendida’. Eu perguntei: ‘Por que você não foi atendida, Marli?’. ‘Porque a gente vai, volta…’. Quando você me manda o recado, eu vou lá e respondo. Clica na Jovem Pan e clica no MyFunCity, eu estou atento a tudo que está acontecendo. E a Marli me diz: ‘Poxa, peguei uma fila’. Eu fui averiguar, mandei um repórter nosso averiguar. Sabe o que está acontecendo? Os planos privados de saúde estão usando o SUS. Por que? Porque é mais barato para eles. Ou seja, você paga o plano privado e o plano privado usa o serviço público. Não está certo isso não. E nós vamos ficar atentos. Nós vamos denunciar aqui na Jovem Pan. Eu quero que vocês se manifestem mais em nosso site. Entre na Jovem Pan, clique no MyFunCity e opine sobre a saúde. Eu quero a sua opinião. Aqui você tem vez, aqui você tem voz!”

Ouça o programa:

Continue lendo

Confrontos com a PM somam 478 mortes neste ano em São Paulo

Não é à toa, que a segurança é uma das principais preocupações do paulistano. Entre janeiro e setembro deste ano, o número de pessoas mortas em confronto com a Polícia Militar já soma 478. É o maior índice de crimes deste gênero registrados na cidade desde 1994. O total é 99% maior que o registrado no ano passado. Coincidência ou não, 2014 foi o ano que teve menos mortes de PMs na última década. Um exemplo trágico deste cenário é o caso do policial que atirou à queima-roupa em um camelô nas ruas do Centro. O vídeo, com cenas chocantes, rodou a internet neste mês.

Imagem: R.U.A Foto Coletivo

Imagem: R.U.A Foto Coletivo

Violência é também o tema apresentado por Mauro Motoryn no programa da rádio Jovem Pan nesta terça-feira 27. De acordo com o XII Relatório do MyFunCity, ao menos 64% dos brasileiros estão insatisfeitos com este tópico. É preciso maior participação da sociedade para que estes números superados. Para tanto, Os cidadãos devem ser mais ouvidos com maior frequência e os problemas discutidos abertamente. Nós queremos a sua opinião. Entre AQUI E AGORA e vote no MyFunCity para tornarmos o Brasil um país realmente seguro para nossos filhos.

Continue lendo

Vamos discutir segurança?

“Eu quero voltar a discutir com vocês segurança. Ontem, eu fiz um apelo. Entre no site da Jovem Pan, clique em MyFunCity e votem, opinem sobre essa questão. Eu recebi muitas mensagens e, entre essas mensagens, algumas eu quero destacar. Quais são? Primeiro, do pessoal que mora na periferia de São Paulo, nos fundões da Zona Leste, nos fundões da Zona Sul. Eles estão muito preocupados, a Polícia Militar lá é muito violenta. Será essa uma questão que deve ser colocada para a Polícia Militar? Será que deveríamos discutir a desmilitarização da Polícia Militar? Eu tenho propostas e pessoas discutindo isso. Eu quero a sua opinião. Entre lá novamente, me dê sua opinião sobre segurança. Mas, não ficar só nisso não. Pessoal tá votando e tá votando pesado, entrando no site da Jovem Pan e eles estão preocupados também com o custo de vida. E sabe com se verbaliza inflação pro pessoal? É quando o tomate cresce de preço, o arroz tá mais caro, para fazer o supermercado falta dinheiro… 64,7% acham que o custo de vida tá ruim ou péssimo. Essa é uma mensagem para a nossa presidenta: presidenta, olha pra a gente aí! Precisamos melhorar a política econômica, mas nós queremos discutir, nós queremos apoiar. Não é hora de diálogo? Não é hora de união? Entre no MyFunCity, vote! Lá tem cidadania na ponta dos dedos. Vem com a gente. A Jovem Pan é a sua voz!”

Continue lendo

XII Relatório MyFunCity reafirma conflito nos índices de satisfação com o bem estar

MFC_GERAL

Clique na imagem para ampliar

Depois de sete meses acompanhando os índices de bem estar dos cidadãos que navegam no MyFunCity, o XII relatório bi-semanal extraído do aplicativo mostra que os brasileiros continuam alimentando um sentimento de bem estar conflitante. É este sentimento conflitante que os brasileiros levaram às urnas no último domingo. Continuam a afirmar satisfação crescente com sua vida pessoal ao mesmo tempo que reafirmam sua profunda insatisfação com os serviços públicos que garantem o bem estar do cidadão. Enquanto 57,5% declaram sua satisfação com sua vida pessoal, apenas 20% manifestam-se insatisfeitos.

Segurança e custo de vida, com mais de 64% de insatisfação, são os campeões de crítica na opinião dos internautas que fizeram seus check-ins no aplicativo MyFunCity.

Vias públicas, barulho, saúde, limpeza, educação, mobilidade urbana e lazer são outros indicadores de insatisfação que MyFunCity recolheu em todo o país na quinzena de 25/09 a 8/10. Em relação às quinzenas anteriores, mostram apenas pequenas oscilações. No item lazer, embora a insatisfação ainda prevaleça, o equilíbrio entre insatisfeitos e satisfeitos é maior.

Além de reunir os votos dos internautas e construir os índices de satisfação, MyFunCity também coleta as opiniões dos usuários em relação aos problemas que vivem. Na questão da segurança pública, por exemplo, a grande preocupação dos brasileiros é com a necessidade de mais policiamento nas ruas. Em grandes cidades como São Paulo, a existência da cracolândia é também razão para a insegurança dos usuários do aplicativo. De Londrina, vem uma opinião bastante diferenciada: “excelente o aumento na equipe de Policia Militar, porem deveria voltar a ter os módulos regionais (bairros) para assim caracterizar uma Polícia mais Presente e Efetiva”. Ou seja, em poucas palavras, o paranaense está sugerindo um novo conceito de segurança pública, certamente muito mais consequente que os mega-projetos de segurança inventados para fazer publicidade de governantes.

O relatório de opiniões do MyFunCity guarda arrazoados preciosos de navegantes, como é o caso da manifestação deste morador da Avenida Onix, de Osasco, sobre o custo de vida: “é caro morar em um lugar onde estão retirando árvores e colocando pedras. Um lugar sem ciclovias para exercitar, sem passeio. Um lugar onde as pessoas se trancam dentro de suas casas por não terem nenhuma alternativa de lazer ou cultura próximos de suas casas além de um pseudo parque, botecos e igrejas. É caro ter que ter um carro para não ficar vendido a um único meio de condução chamado ônibus barulhento, poluente e lotado muitas vezes com itinerários limitados. Mais caro é tentar regularizar as casas nesses locais onde a burocratização impera e os impostos e taxas te comem pelas pernas. Sai mais caro ainda descartar o lixo como se fazia a cem anos atrás, sem nenhum critério, sem coleta seletiva. Muito mais caro é limitar-se aos arredores nada amigáveis e ao ensino da região. E muito mais caro se tratar nesses hospitais quando não lotados, vazios e sem nenhuma estrutura tecnológica. Lugar esse que a comida industrializada e cheia de açúcar e gordura é muito mais barata do que alimentos frescos e orgânicos. Sai muito caro.”

Continue lendo

A educação dos nossos filhos

“Eu quero abordar com vocês um problema que afeta todos nós: a educação dos nossos filhos. Por que isso é importante? Porque só assim eles terão oportunidade na vida. Quando nós começamos com o MyFunCity, que é a ferramenta que você encontra lá no site da Jovem Pan, que você vota e opina, tem muita gente já opinando e nós temos uma coisa: todo mundo vê a educação como um dos problemas que afeta o Brasil. Sabe o que está aparecendo na pesquisa? 26% acham que a educação é péssima, 20% pensam que ela é ruim. Agora, para 40% é indiferente. Eu não quero indiferença, eu quero a sua participação. Vá no site da Jovem Pan, vote e opine. A sua opinião nós vamos repercutir, sabe por que? Porque agora é a sua vez de mudar o Brasil, fazendo isso todo dia.  A Jovem Pan é a sua voz. Vem nessa, vem comigo!”


Continue lendo